Setor cresceu 466% nos últimos 30 anos

Segundo Synésio Batista da Costa, presidente da Abemúsica – Associação Brasileira da Música, o varejo da música tem faturamento anual superior a R$ 1 bilhão
Nos anos 1980, o LP respondia por 59% das vendas; hoje representa apenas 1,3%. O sucessor CD tem atualmente 49,1% do mercado e vem perdendo espaço dia após dia para os downloads legais e serviços de música online. Há 30 anos poucos imaginariam que um dia comprariam música pelo celular.

Na década seguinte, a abertura de mercado trouxe profundas mudanças no cenário musical brasileiro. Nasceram grandes importadoras que passaram a trazer ao País itens de marcas consagradas. “Surgiram importantes polos de compras como a Rua Santa Efigênia e a Teodoro Sampaio em São Paulo, além da Rua da Carioca no Rio de Janeiro”, relembra Emil Casseb, gerente do Departamento de Áudio da Yamaha Musical do Brasil.

A partir dos anos 2000, a internet e os recursos eletrônicos trouxeram profundas mudanças ao setor. A tecnologia possibilitou aos músicos explorarem novos sons e estilos. “Pode-se dizer que é graças à tecnologia que foram abertos inúmeros campos no estilo musical”, diz Takao Shirahata, diretor da Roland do Brasil.

Esta voracidade de renovação exigida hoje no setor musical se reflete também no faturamento das empresas ligadas a ele. Nos anos 1980, o setor musical movimentava R$ 150 milhões. Em 2013, a previsão é de que fature R$ 700 milhões no País. O perfil do público também mudou. Os músicos e fãs de rock continuam sendo os principais consumidores de instrumentos e equipamentos musicais, mas agora também engrossam este coro os evangélicos e os músicos de pagode.

Para Abdala Jamil Abdala, presidente da Francal Feiras, promotora que organiza a feira junto com a Abemúsica, a Expomusic tem papel fundamental nos bons resultados do setor por reunir toda a cadeia do mercado de instrumentos e equipamentos musicais. “A Expomusic é um evento do qual nos orgulhamos muito, tanto pela resposta positiva que recebemos dos expositores como pela assiduidade e paixão demonstrada pelo público. Não tenho dúvidas de que teremos mais 30 anos pela frente de novas edições desta feira.”

Fonte: Primeira Página

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s