Novas bandas

Quedja

O grupo Quedja surgiu da vontade de fazer um som diferente e pesado com apenas violões, surgindo um novo tipo de música acústica.

O grupo começou quando Fernando Quesada (baixista, violonista e compositor da banda Shaman) e Bruno Vidja (produtor musical e compositor) se juntaram para produzir o single “As I Am”. A idéia era fazer um som com energia através de um instrumento acústico com o usode uma sonoridade diferente.

Depois a banda contou com a entrada de Mel Carvalho no baixo e Gabriel Triani (Tempestt, Arena e Wizards) na bateria e nos teclados Juninho Carelli (tecladista da banda Viva Noite do Pânico na TV e Projeto A Ponte).

O nome da banda surgiu da união do sobrenome de dois dos seus integrandes, Fernando Quesada e Bruno Vidja.

O single foi gravado no Fusão Vmt estúdios e no Teochi estúdios com agenciamento e produção da Headstock Produtora e Agência. O disco está em fase de gravação e tem lançamento previsto para novembro de 2011 pela gravadora Voice Records no Brasil, Europa, Japão e América Latina.

Com diferentes tipos de influências em cada integrante e a experiência adquirida em outras bandas, o Quedja promete ser versátil, unindo rock, world music e um pouco do tribal, que traz uma cara com raízes do som brasileiro.

Integrantes:

Fernando Quesada – violão e voz

Bruno Vidja – violão e voz

Mel Carvalho – baixo e voz

Juninho Carelli – Teclado e voz

Gabriel Triani – bateria e percussão

https://www.facebook.com/quedjaofficial

http://www.myspace.com/quedjaofficial

O Voo Liivre

Fábio Marinho e Alan Santana, dois músicos autodidatas, deram inicio a este trabalho em junho de 2007. Depois de tocarem em bandas covers decidiram criar e tocar suas próprias canções. Ouviram muito material brasileiro, e a banda que os fizeram parar e dizer: “Este é o som que queremos fazer soar nos ouvidos das pessoas” foi o Clube da Esquina. E assim começaram o trabalho, bem lentamente, cada acorde casando com a letra, cada ritmo casando com a história, tudo em feito em dois violões e vozes. A melodia não ficou por menos com o casamento perfeito das notas graves, medias e agudas dentro dos acordes em que os instrumentos conversam. A dupla saiu para fazer algumas apresentações como por exemplo no teatro Elis Regina em são Bernardo do campo, e assim conquistaram vários fãs vendendo CDs de uma gravação simples. Em janeiro de 2010 decidiram botar a banda pra tocar. Alan Santana vai para as guitarras e o time estava formado com os 4 elementos (baixo, guitarra, bateria e violão) e pronto para começar as gravações do disco que virá com 11 canções. A banda foi para estúdio gravar 4 canções “demo” e sairam para divulgar o trabalho se apresentando pelo ABC (show de aniversário da cidade), espaços culturais, teatros, Sesc, paranapiacaba (inverno) Festivais e etc, conquistando admiradores deste resgate à musica Brasileira. O “Vôo Liivre” faz uma MPB refinada, com pitadas do tropicalismo e o rock progressivo. A banda se inspira em clube da esquina, Secos e molhados, 14 bis, Mutantes, doces bárbaros e muito mais. O Vôo Liivre é uma viagem dentro da musicalidade.

http://palcomp3.com/ovooliivre/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s