2012/04/05 – Resenha Tarja Turunen – São Paulo – Via Funchal

Que tal começar bem o feriado, com um show da Tarja Turunen. Acho que foi assim que os fãs da eterna musa do Nightwish pensaram.

Para abrir o espetáculo, ficou a cargo a banda gaucha, TierraMystica – já conhecida nossa por abrir shows da carreira solo de Andre Matos. Fazeno muita referência a cultura sul-americana, agitando o pouco público que se encontrava dentro do Funchal. O ponto alto da apresentação foi a versão de Fear Of The Dark, do iron Maiden, com zampoñas.

Ao final da apresentação da banda, o Via Funchal estava praticamente cheio, e entenda que por praticamente cheio, me refiro a pista VIP, mostrando a veneração dos fãs da bale vocalista. Mesmo com um set quase igual ao do ano passado, esperavam ansiosos pelo começo do show.

Quando as luzes finalmente se apagaram, começou a intro “If You Believe” e, para desespero dos fãs e imprensa, a apresentação começou com uma cortina “envelopando” a banda, e eu cheguei a pensar que pudesse ser uma apresentação à la Nine inch Nails, onde a banda nunca fica realmente exposta aos fãs e sim “protegida” pela tla cortina.

Como se já não bastasse a tal cortina, Tarja apareceu mascarada e cantou Anteroom of Death e, para alívio geral, além de tirar a máscara, a “proteção” caiu deixando a banda exposta ao público.

Devo admitir o choque que tomei ao vê-la! Já havia muitos anos que cobri um show do Nightwish, ainda com Tarja nos vocais, e me surpreendi com o quanto ela ainda é linda e simpática. E como sua técnica vocal ainda continua impecável!

Durante todo o show a casa parecia mais um videokê. O público sabia de cor todas as músicas. Demonstrações de carinho se seguiram durante todo o show: foram jogadas muitos bichos de pelúcia para a vocalista sem contar os gritos histéricos de Eu te amo, em todas as línguas imagináveis…

A banda que acompanha a musicista é extremamente compentente, o que fica muito evidente na parte mais acústica do show com “Minor heaven” e “Rivers of Lust”, onde podemos notar realmente o quanto sua voz ainda é a mesma da época de Nightwish. Ainda falando de seus músicos de apoio, destaque para Mike Terrana (D) – que em seu solo tocau até um can-can – e Max Lilja, ex-Apocalyptica.

Além de hipnotizar seus fãs com “Bless The Child”, ainda arriscou um competentíssimo cover de Still Of The Night, do WhiteSnake.

Apesar das súplicas por Wishmaster, a música que fechou o Bis foi Until My Last Breathe e, quando achamos que a banda já tinha ido embora, voltaram com a clássica Over The Hills And Far Away e a histeria foi por completo…

Com um belo sorriso estampado no rosto, Tarja se despediu do público, agradecendo por poder estar de volta e prometendo voltar o mais rápido possível!

Aos que resolveram ficar em SP para ver a eterna musa do metal, com certeza, não se arrependeram.

Agradecimentos: Damaris Hoffman, Top Link, Hoffman & O’Brien

SET LIST

Intro – If you Believe
Anteroom of Death
Lost Northern Star
Dark Star
Naiad
Falling Awake
I Walk Alone
Little Lies Band
Little Lies
Into de Sun
Still Of the Night
Rivers of Lust/Minor Heaven/ Montañas de Silencio/ Sing for Me
Never Enough
In For A kill
Bless the Child
Die Alive
Until My Last Breath
Over the Hills and Far Away

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s